Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tamborim

Informação e entretenimento. Colabore com a manutenção do Blog doando para a conta 0014675-0 Agência 3008. Caixa Econômica Federal.

Tamborim

Informação e entretenimento. Colabore com a manutenção do Blog doando para a conta 0014675-0 Agência 3008. Caixa Econômica Federal.

O penteado

Novembro 29, 2017

Fernando Zocca

 

 

Van Grogue entrou cambaleante ao bar do Maçarico, naquela tarde do feriado e emitindo um arroto estrondoso foi logo dizendo:

- Amarrotaram a minha paciência. Se não é na entrada é logo na saída que esses periquitos esquisitos, estranhíssimos, deixam suas danadezas.

- A rodada nem começou e já está todo nervoso Grogue? O que é isso companheiro? – perguntou o Zé Cílio Demorais que, sentado numa banqueta, postada no canto da entrada do boteco, deglutia sua segunda cerveja.

- Ocê não sabe da novidade Zé! – exclamou o Fuinho Bigodudo – falaram que Grogue comprou uma moto!

- É verdade Grogue? Como assim? Você é analfabeto, não pode ter habilitação. Como conseguiu isso? – quis saber a Luísa Fernanda que, de braços dados com seu marido Célio Justinho, ingressava no ambiente em busca do seu terceiro maço de cigarros do dia.

- Eu já tinha a moto. Mas ela ficava guardada no final daquele corredor frontal da minha casa. De vez em quando, abro o portão de correr e saio com ela. É bonitinha.

- A turma comenta que você dá seta pra entrar à esquerda, mas vira à direita? O que é isso? – Célio Justinho mostrava seriedade.

- Essa negada é mexeriqueira. É um bando de desocupados mamadores nas tetas do INSS. Como não têm o que fazer ficam zoando comigo que sou o “mais melhor” de bom aqui do pedaço – respondeu Grogue. E depois, virando-se para o Maçarico emendou - Seu garçom faz o favor de me servir o meu litrão, por gentileza.

Maçarico que usava quantidades enormes de laquê, pra segurar os penteados esdrúxulos, assentando as sobrancelhas com a base do polegar direito, abaixou-se, abriu o freezer, tirando de lá a cerveja geladíssima.

- Se beber, não pilote, hein Grogue, safado! – exclamou o dono do bar ao servir o cachaceiro de um metro e oitenta e dois centímetros de altura.

- Você acha que eu sou besta? – perguntou Grogue.

- A gente acha que é sim – responderam em uníssono os presentes.

Enquanto conversavam bebericando, entrou a vovó Bim Latem, que fora chefe de gabinete, quando Jarbas o caquetíssimo energúmeno, era o prefeito da cidade.  Ela zunia igual àqueles teco-tecos velhos do interior, pilotados por gente que, na falta do que fazer sobrevoava, por horas e horas seguidas, determinadas regiões da cidade, estressando as vacas leiteiras da vizinhança.

- Que zumbido é esse vovó? – indagou Grogue.

- Com esse escarcéu nem galinha bota ovo e cabra dá leite. O que é isso antiga e respeitosa senhora? – aderiu Zé Cílio à causa grogueana.

- Pelo que vejo vocês estão tremendamente amargos nesta tarde – respondeu a velhota que, também ostentando um penteado exótico, mordiscava uvas passa.

- O que vai ser hoje, venerável neguinha velha? – perguntou Maçarico.

- O de sempre, meu amoreco – respondeu a sisuda – Em dia de decisão de campeonato não se joga fora conversa fiada. Falsidade tem limite. - Olhando demoradamente de esguelha para o Van Grogue ela perguntou:

- Por que não comprou antes a moto?

- Porque não tem porta, airbag e nem cinto de segurança - respondeu ele com ironia.

Depois de pegar o seu litro de cerveja a poderosa vovó Bim Latem, debaixo daquele seu penteado, que mais parecia a mota da árvore fina de beira de calçada saiu dizendo:

- Ate o aro do arroto amargo.

Sem entender bulhufas do que quis dizer, aquela respeitável matrona, o pessoal voltou à incansável rotina da bebericação.  

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Contador de visitas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub